A produção inovadora de Gabriel Marinho

Postado por 01/12/2017

Músico, produtor musical, compositor, DJ e gestor de conteúdo. Gabriel Marinho é uma das figuras mais presentes nos palcos, estúdios e escritórios do music business carioca. Com uma identidade única, suas produções vem inovando o cenário brasileiro, e abrindo caminhos em expressões urbanas como o Afrofuturismo.

Nascido em Salvador Bahia, Gabriel teve um contato fundamental com a percussão de sua terra ainda na infância, quando vivia na cidade de Castro Alves no recôncavo baiano, tornando-se baterista e percussionista autodidata. Ao se mudar para o Rio de Janeiro conheceu a cultura hip-hop, e na adolescência começou a produzir beats de rap. Após uma viagem de retorno a Salvador passou a utilizar sua habilidade com os tambores para criar sua identidade fincada em suas raízes baianas e africanas, influenciado por Ilê Ayê, Luiz Melodia, Ebo Taylor, Peter Tosh, indo até Madlib, Parteum e Flying Lotus.

Acumulando colaborações com nomes como Angélique Kidjo do Benin, 3 vezes ganhadora do Grammy, com quem se apresentou na Roundhouse em Londres no dia 12 de Novembro, Tássia Reis, no premiado álbum “Outra Esfera”, André Sampaio com quem co produziu a trilha da exposição “Povo Insônia” do grafiteiro Toz, e com quem apresenta o programa Mandinga Beat na rádio online Blá FM. Excursionou por Paris com os artistas Carta na Manga e Descolados, onde palestrou no CentQuatre (104) maior centro de cultura urbana da Europa. Durante as Olimpíadas do Rio 2016 foi DJ exclusivo da delegação Alemã na Deutsche Haus, e já assinou trabalhos com Aori, Donatinho, Julia Vargas, BK’, Zola Star (Congo) e Folakemi (Inglaterra), entre outros. Dirigiu e compôs o autoral curta/EP “Rumpi Mondé”, exibido em países como Kenya, México, USA e França e em diversas cidades brasileiras.

(Rumpi Mondé 2013 – Filme dirigido e trilha composta por Gabriel Marinho)

Assertividade: CHS Lança o Seu Novo Álbum “Tudo Pode Acontecer”

Por Matheus Iéti 04/05/2020

“Tanto faz o que ‘cê faz da vida, objetivo vai ser sempre um, dar conforto pra minha família meu patrão, não acredito em nenhum…” Assim CHS abre seu novo projeto oficial –  Tudo pode acontecer – (2020) Pirâmide Perdida. Contextualizando: Se você não está familiarizado com o rapper, posso te apresentar algumas faixas importantes ao longo de sua […]

Produção e Fotografia – Conheça: Sancho

Por Matheus Iéti 09/07/2020

Nas últimas semanas troquei idéia com quatro fotógrafos e descobri diferentes perspectivas de produção de conteúdo, olhar e, principalmente, de estilo na fotografia de rua.  Quanto mais o tempo passa mais percebemos a imensidão da criatividade e como ela é colocada em prática nos diferentes cantos da cidade, não sendo diferente com o Sancho que […]

Conheça o corre: I love my analog.

Por Matheus Iéti 26/06/2020

Ao longo das últimas semanas seguimos com a série: “Conheça o Corre” dentro dos artigos de costume do Radar. Este projeto visa entender o processo de criação de articuladores e articuladoras culturais que trabalham em mais de uma frente na produção artística  e de conteúdo. Posto isto, nos últimos dias bati um papo muito interessante […]

Conheça o corre: @_mulambo

Por Matheus Iéti 16/06/2020

Ao longo de 2019, nos conectamos com fotógrafas e fotógrafos no Rio de Janeiro. A experiência passada ao criar laços com esses e todos os outros articuladores culturais presentes no Radar vem sendo única e incrível. O cenário que estamos vivendo nos fez recorrer a outras formas de conexão dentro do processo de criação e […]