Lendo agora
Plataformas culturais que nascem da base, conheça: Morcego.

Plataformas culturais que nascem da base, conheça: Morcego.

A cultura do Brasil sofre um baque que antecede a pandemia. Pensar nas possibilidades de investimento nos diferentes setores artísticos e como cada uma dessas esferas pode se articular é a verdadeira busca pelo tesouro.

Enfrentamos diariamente uma série de problemáticas que vão desde a dificuldade de empreender cultura no Brasil e a comercialização de uma série de termos que nascem na favela mas acabam sendo banalizados pela indústria em massa.

Por isso, abrimos essa série de apresentações que surge com a intenção de trazer até vocês plataformas culturais, selos e outros veículos de cultura que atuam em grandes proporções mas ainda não tiveram o acesso a grande mídia. E para abrir essa temporada, conheça: Morcego.

O que é a Morcego?

A Morcego é um selo que nasceu com o objetivo de trabalhar novos nomes na cena musical independente e conectar artistas em ascensão, dá mais um passo em direção a amplificar a diversidade sonora brasileira.

O Selo tem como maior objetivo garantir e convidar as pessoas a ampliarem seus repertórios musicais e se interessarem pelo que têm surgido de novo – ou reaproximar culturas musicais que se tornaram meros produtos ao longo dos anos.

Hanier Ferrer (@hanimec57) idealizador e frente do selo explica um pouco sobre a Morcego:

A cultura de maneira geral, se constrói a partir de valores e técnicas coletivas.
A cultura se relaciona com nossas linguagens e como nos comunicamos com a sociedade. A cultura é identidade, é raiz, é ancestralidade, ela abraça diferentes conceitos e definições, sendo essa a necessidade de criar a plataforma Morcego, uma uma forma de produzir novas experiências de comunicação, que se intercalam entre o mainstream e o underground.

Veja também

E com esse viés de novidade, o Baile da Morcego surge como o ponto de encontro que aproxima essas novas musicalidades. Nessa primeira edição, além de Major RD que acaba de lançar um álbum de altíssima qualidade, Germânia, Realleza, Dree Beatmaker, Necão, DJ LC da Roça, WLDZ e Pablinho Fantástico garantem um lineup 100% preparado para apresentar tudo o que o público espera, novidades e alguns spoilers musicais.

E respeitando a volta gradativa da produção cultural no Brasil, o Baile acontecerá como um espaço onde lançamentos poderão ser descobertos antecipadamente, visando entregar experiências pensadas diretamente para os fãs.

Você pode conferir as ações do selo em seu perfil oficial do instagram clicando aqui:

Ver comentários (0)

Deixe uma resposta

Seu email não será publicado.


© 2021 POTÊNCIA CULTURAL. TODOS OS DIREITOS RESERVADOS.