Futuros Possíveis

Tenho visto de forma cada vez mais recorrente com amigas e conhecidas e é também uma inquietação minha, uma “reclamação” por outras narrativas de histórias de/sobre as pessoas negras.

Seja no áudio visual, seja na literatura, no HQ, nas artes.

A gente entende e respeita todo o legado histórico – é por esse legado que continuamos e seguimos aqui – contudo, podemos e queremos nos ver retratadas de outra forma que não só a partir do sofrimento e da dor.

Acabei de ler um livro chamado The Underground Railroad – Os caminhos para a liberdade e não foi diferente de qualquer narrativa que já tenha lido sobre escravidão.

Cansa sabe? E numa dessas coisas que aparecem pra dar um pouco de esperança, me deparei com um vídeo do TED da incrível Wanuri Kahiu e AfroBubbleGum, uma arte africana, vibrante, iluminada e sem agenda política rígida.

Wanuri Kahiu

Os 3 princípios da AfroBubbleGum são:

1 – Essa obra tem 2 ou mais pessoas negras saudáveis?

2 – Essas pessoas possuem estabilidade financeira e não necessitam de salvação?

3 – Essas pessoas estão se divertindo e aproveitando a vida?

Arte pela arte. Arte nos mostrando que ser leve também é pra gente, que sorrir é legado nosso e que não podemos e não precisamos ser duros o tempo todo.

Por outros futuros possíveis e que só são possíveis se não abandonarmos o exercício de imaginação.
Afinal, só nos espelhamos e inspiramos pelo que nós vemos.

0 respostas

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *