Fim da primavera: Do MPB ao Rock

A primavera passou voando e com ela grandes shows aconteceram no Circo Voador. De Marina Sena, A Perotá Chingó, de Groundation a infeliz notícia de cancelamento do Thundercat, até Djonga. Mas pra fechar com chave de ouro, considerando que dia 21/12 já entramos no verão, o Circo Voador reservou dois shows incríveis e completamente distintos.

Papo de rock do bom!

Uma noite pra ficar marcada na memória dos fãs de metal! Sexta, 15 de dezembro, a Tomarock Produções traz pro palco do Circo Voador a banda Angra em um show duplamente especial: a turnê The Best Of The 30 Years e o lançamento do álbum “Cycles of Pain”. No repertório, sucessos de toda a carreira do grupo, como “Carry On”, “Nothing To Say”, “Rebirth”, “Nova Era”, estão confirmados, além de canções do novo trabalho. Na abertura, a banda carioca Innocence Lost entrega seu prog metal de respeito. 

Exatos trinta anos após lançar o álbum de estreia, o antológico “Angels Cry”, o Angra colocou no mercado seu novo trabalho, “Cycles of Pain”, que foi produzido, mixado e masterizado por Dennis Ward, retomando a parceria de sucesso em clássicos como “Rebirth” e “Temple of Shadows”. Lançado mundialmente no início de novembro, “Cycles” é cheio de significados, referências, sentimentos e já é considerado por crítica e público uma nova era na jornada do grupo.

_ -

Desde os anos 1990 sendo um dos grandes nomes do metal brasileiro com alcance mundial, o Angra, atualmente,

conta com os guitarristas Rafael Bittencourt e Marcelo Barbosa, o baixista Felipe Andreoli, o vocalista Fabio Lione e o baterista Bruno Valverde. E é esse time de respeito que desembarca no Circo pra entregar não apenas uma verdadeira viagem pela trajetória da banda, como o novo e incrível trabalho da banda.

Antes dos fãs baterem cabeça com esse showzaço, os progers cariocas da Innocence Lost estão de volta ao Circo com nova formação – Mari Torres (vocal), Aloysio Ventura (teclado), Heron Matias (bateria), Ricardo Haquim (baixo) e Gui  Delucchi –, mas afiados como nunca pra levantar a moral do metal pátrio com um set direto e intenso. 

Vem doce, vem!

Ela está de volta ao palco do Circo Voador e com showzaço novo na bagagem. Sábado, 16 de dezembro, Vanessa da Mata apresenta “Vem Doce”. Abertura dos portões: 21h.

Após uma fantástica despedida da turnê “Quando Deixamos Nosso Beijos na Esquina” em um Circo Voador lotado no ano passado, Vanessa desembarca na lona com o show “Vem Doce”, inspirado no novo álbum e em seus 20 anos de carreira. Dividido em três atos, a apresentação tem direção assinada por Jorge Farjalla e apresenta a artista revisitando toda sua trajetória pessoal e musical.

No repertório, Vanessa entrega músicas do seu recém-lançado décimo álbum e clássicos de 20 anos de carreira, como “Boa Sorte”, “Ai Ai Ai”, “Amado”, entre muitas.  É pra soltar o gogó sem medo! Isso sem falar nos cenários inspirados por grandes nomes do Modernismo brasileiro, como Oswald de Andrade, Lina Bo Bardi, Hélio Eichbauer, entre outros. Coisa fina demais!

Para abrir os trabalhos, a DJ Quimera se destaca pela sua versatilidade tanto na cena de brasilidades quanto de sets eletrônicos. Integrante da Escola de Mistério , seu trabalho é fortemente influenciado pela estética e nostalgia dos sons do início do milênio, e esteve presente em importantes espaços e festivais esse ano. 

Zeen is a next generation WordPress theme. It’s powerful, beautifully designed and comes with everything you need to engage your visitors and increase conversions.

Top 3 Stories