Décadas e um Legado: Racionais Tour 30 anos

Postado por 08/09/2019

Consciência Black, Holocausto Urbano, Escolha o Seu Caminho, Raio X Brasil, Sobrevivendo no Inferno, o icônico Ao vivo de 2001, Nada como um dia após o outro, 1000 trutas, 1000 tretas, Cores & Valores fazem parte da magnífica discografia do maior grupo de rap do Brasil o Racionais MC’s. 

A formação dispensa comentários, Mano Brown romântico e estrategista, Ice Blue técnico e calculista, Edi Rock a voz da revolução e KL Jay o sensei dos toca discos e grande visionário entraram em turnê no último dia 20 de Julho de 2019 junto com sua banda e a equipe da  Boogie Naipe Produções para comemorar três décadas de vida, voz, revolução e atitude contra o sistema opressor. 

 

A tour começou em Florianópolis e tem seu destino final em sua cidade natal, carregando diferentes experiências, sorrisos, lágrimas, nostalgia e sentimento de revolta contra a atual situação do país. Falar em Racionais é pensar na atitude, observar o espaço ao nosso redor e entender que nosso povo precisa ser forte, parar de se acomodar e acatar o que nos prejudica (…) Como o verso do Brown em Pânico na Zona Sul, faixa que abriu o incrível show do Rio de Janeiro.

O show no Rio de Janeiro foi importante, principalmente pela cidade ser uma das capitais que mais votaram no PSL enquanto partido nas últimas eleições e o papel do Racionais como conjunto não é passar pano e amenizar as dores, é mostrar que a certeza de quem foi manipulado saiu pela culatra e o golpe foi aplicado com discurso de ódio camuflado com falsa segurança.

No meio do show, Brown vai pra dentro da platéia. Principalmente pelo momento político caótico que vivemos. No seu papo reto de sempre, Brown pergunta: “Ninguém aqui votou no cara?”.

 

A galera grita e Brown fala que é melhor assumir porque todo mundo erra. E mais, disse que país que volta em Bolsonaro não merece suas músicas novas pois elas são de protesto. Tá certo ele. Entretanto, sabendo da genialidade de Brown, com certeza ele não conseguirá ficar calado. Politicamente e musicalmente falando.

A performance foi incrível, antes a apresentação principal tivemos Malía e M$E, dois nomes importantes para a cultura, selecionados a dedo para abrir a entrada da banda em uma incrível apresentação, além de uma projeção visual que mostrou a que veio, com a direção de arte rebuscando toda a história do grupo através de uma linha do tempo crescente, unindo música, visual, atitude e roupas impecáveis para essa comemoração.

 

Iniciando com Pânico na Zona sul e se encerrando com Vida Loka Parte 2, além de todos os outros clássicos da discografia e idéias importantes sobre a postura do grupo e banda, Racionais faz uma reflexão sobre nosso país e seu posicionamento.

 

Com certeza para acompanhar todos os detalhes dessa turnê seria preciso estar em todos os shows, mas no último dia 24 de agosto o Racionais MC’s despertou sentimentos fortes, com uma das melhores apresentações já realizadas. Um marco. 

Fotos de Edson Jonathan

O Peso que Djonga Carrega

Por Matheus Iéti 15/04/2021

O disco “Nu”, de Djonga, já está na pista há um mês. É o quinto da sua carreira e brotou pra continuar o legado tradicional que o rapper mineiro vem trilhando dentro da arte. Pedro Bonn foi direto na análise que disponibilizamos no nosso Instagram. Com certeza os principais acertos dentro do projeto são suas […]

Guia completo sobre POSS

Por Pedro Bonn 08/02/2021

Um conteúdo completo sobre a maior movimentação artística brasileira dos últimos anos (TESTE) TESTE

Assertividade: CHS Lança o Seu Novo Álbum “Tudo Pode Acontecer”

Por Matheus Iéti 04/05/2020

“Tanto faz o que ‘cê faz da vida, objetivo vai ser sempre um, dar conforto pra minha família meu patrão, não acredito em nenhum…” Assim CHS abre seu novo projeto oficial –  Tudo pode acontecer – (2020) Pirâmide Perdida. Contextualizando: Se você não está familiarizado com o rapper, posso te apresentar algumas faixas importantes ao longo de sua […]