Sample, Maresia e Salvação: O show do Joca.

Postado por 11/12/2019

Essa não é uma percepção apenas sobre A Salvação é Pelo Risco: O Show do Joca. Essa é uma indicação da AUR do artista, do seu trabalho que nasce a partir da transformação da poesia e dos samples em narrativas. 

Em A Salvação é Pelo Risco: O Show do Joca, o rapper apresenta uma aproximação direta com as estórias ao redor da Praça Cantareira em Niterói. Todo trajeto que percorre esse espaço carrega vida, momentos, lembranças e experiências que dão vida ao seu trabalho. Mas quem é Joca?

JOCA nasceu em Minas Gerais e foi criado na região dos lagos, radicado em Niterói é compositor e artista de rua, assim como  instrumentista e Mestre de Cerimônias. Joca também é baterista da banda Almoço Nu além de produtor e MC no coletivoGan Ujimag.

Joca desde 2014 está envolvido com a cultura independente e vem sendo um grande elemento quando o assunto são as rodas culturais e os eventos locais, como o Canta Teresa, Ginga Rainha SS e o Baile da UG. 

Enquanto atuante cultural Joca realizou a direção musical do espetáculo teatral Orobô, no coletivo Mundé, em cartaz na Lona Cultural do Jardim Catarina e no SESC São Gonçalo no ano de 2015

Por volta de 2016, junto do MC Brunin, Joca iniciou o projeto AKÖMA, realizando um circuito de shows em praças e palcos do estado do Rio de Janeiro. Ainda em  2016, Joca fez parte do corpo de percussionistas da Bamboyá cia. de dança, dirigida por Gleu Cambria. 

Como ritmista, dividiu palco com Caio Varg Chico Brown e Ana Frango Elétrico, com quem também colaborou na gravação do álbum Mormaço Queima.

Neste ano (2019) Joca particiou do Retiro d’ANoiva, residência artística na Rocinha contemplada pelo prêmio Periferias e Interiores (FUNARTE) e no Laboratório de Intervenções Artísticas Oi Kabum! LAB.

Seu último projeto, distribuído em todas as plataformas no dia 15 de Novembro de 2019 A Salvação é Pelo Risco: O Show do Joca, tem um duplo papel. Percebi e comentei com sua equipe o fato, uma ficção que migra para a realidade e vice versa, como uma ação crucial para observar as relações sociais como um todo.

Sobre o album:

 

A Salvação é Pelo Risco: O Show do Joca foi gravado no estúdio Reurbana por Luigi Tedesco, Daniel Koifman e Ivo Costa. O disco conta com instrumentais programados por Romão, Drei, Amauri e Jaquelone e pelo próprio JOCA, além das participações de Ana Frango Elétrico, Ciana, Alceu e Lucas LT. 

 

A Salvação é Pelo Risco: O Show do Joca me passou uma vibe leve como a maresia. Todo os arranjos e elementos introduzidos no projeto foram muito bem escolhidos justamente por passar a energia que só quem passeou entre o urbano e o litoral percebe. Ainda sim, o disco é acessível mesmo que introspectivo, provando que a cena do Rap no Rio de Janeiro se sedimenta com originalidade e atitude.

 

O Peso que Djonga Carrega

Por Matheus Iéti 15/04/2021

O disco “Nu”, de Djonga, já está na pista há um mês. É o quinto da sua carreira e brotou pra continuar o legado tradicional que o rapper mineiro vem trilhando dentro da arte. Pedro Bonn foi direto na análise que disponibilizamos no nosso Instagram. Com certeza os principais acertos dentro do projeto são suas […]

Guia completo sobre POSS

Por Pedro Bonn 08/02/2021

Um conteúdo completo sobre a maior movimentação artística brasileira dos últimos anos (TESTE) TESTE

Assertividade: CHS Lança o Seu Novo Álbum “Tudo Pode Acontecer”

Por Matheus Iéti 04/05/2020

“Tanto faz o que ‘cê faz da vida, objetivo vai ser sempre um, dar conforto pra minha família meu patrão, não acredito em nenhum…” Assim CHS abre seu novo projeto oficial –  Tudo pode acontecer – (2020) Pirâmide Perdida. Contextualizando: Se você não está familiarizado com o rapper, posso te apresentar algumas faixas importantes ao longo de sua […]

O corre do DJ: Conheça Diniboy

Por Pedro Bonn 13/05/2021

Meu primeiro contato com o Diniboy foi em 2015, quando eu ouvia falar muito de um DJ que mesclava trap, dubstep e umas sonoridades diferentes. Procurei por um set no Soundcloud e comprovei que ele era diferenciado em relação ao que a galera mais nova vinha fazendo. Fiz um convite para ele tocar no meu […]

Rico além do dinheiro: Filipe Ret e Imaterial

Por Matheus Iéti 26/04/2021

Depois de Audaz (2018), álbum que encerra uma trilogia muito consistente dentro do rap, que ainda conta com Vivaz (2012) e Revel (2015), Ret mostrou um crescimento fora da curva. Diferentemente do caminho que trilhou em seus três primeiros projetos, que somados a mixtape Numa Margem Distante (2009) fundamentaram sua carreira, o rapper entra em […]

Conheça Bryan AVS

Por Matheus Iéti 26/04/2021

Sempre que um nome interessante surge no nosso radar, buscamos saber suas inspirações e o que levou esse artista a construir pontes com o público. Hoje vamos falar de Bryan AVS: DJ e produtor que acaba de anunciar seu segundo projeto, a mixtape “Peças”. Sobre vida, arte e primeiras produções: “A arte está na minha […]