Empreendedorismo cultural: Conheça a Dona Bomba.

Postado por 07/01/2020

Conhecendo novos espaços e como a comunicação artística acontece é buscar inovação. O interesse por trás de um empreendimento nem sempre se trata apenas de “Cash Rules Everything Around Me” mas de contribuir para uma cultura que precisa ser regada. Nota-se que aqui o dinheiro é fundamental mas o viver de um sonho é algo maior.

 

Além da PPKREW,  Amora me conta sobre a Dona Bomba Graffiti Shop, (2017) a primeira loja de graffiti do Brasil, gerida 100 por cento por mulheres e criada por integrantes da PPKREW. Amora contribui com a loja trabalhando como de designer até vendedora quando necessário.

O corre do nosso Radar da semana é a Dona Bomba, um grafitti shop que se encontra na Rua do ouvidor Número 130, bem no segundo andar de uma galeria no Centro do Rio de Janeiro. 

Antes de continuar sobre a loja precisamos voltar alguns fatos. A dona Bomba surge como um dos projetos da PPKREW um coletivo que tem mulheres de diferentes pontos do Rio. Elas buscam mobilizar a cena a fim de chamar mais meninas de outras esferas para conhecer seu trabalho além de clientes em potencial todos os dias em sua loja.

No sábado visitei a loja e bati um papo com as meninas e descobri coisas interessantes sobre o início da loja.

Lara me conta que a ideia da Dona Bomba surgiu em Dezembro de 2016 e logo após em Janeiro de 2017 elas já abriram o CNPJ.

Como todos sabemos, vir de baixo e ter dinheiro de sobra para os investimentos é algo quase impossível e nesse contexto a primeira compra para a Dona Bomba aconteceu apenas em julho de 2017 .

Um pouco mais a frente em setembro de 2017 as meninas inauguraram a primeira loja.

A visão da Dona Bomba é clara e direta: Se manter como o primeiro grafitti shop criado e gerido por mulheres. A Dona Bomba é um lugar onde as pessoas se sentem acolhidas independente de qualquer pré condição.

Ela é composta por Pâmela Matos, KleinRenata Fernandes e Luciana Moreira (Design).

A Dona Bomba tem grande expressão no cenário, elas me contam que estiveram presentes nas edições 13 e 14 do MOF (Meeting Of Favela), na primeira edição do Grafitti Queens e além de outros trabalhos importantes elas né contam sobre o Mutirão da Pedra Lisa no último aniversário da loja na sede do espaço cultural SPARTA RIO.

Uma história interessante sobre empreendimento e necessária para a cultura. As meninas me contam sobre os planos futuros que giram em torno da expansão das ações não só da Dona Bomba como da própria PPKREW que vem ganhando cada vez mais notoriedade na cultura urbana. Valorize o trampo das mina. 

 

Todas as fotos foram feitas por ED.

 

O Peso que Djonga Carrega

Por Matheus Iéti 15/04/2021

O disco “Nu”, de Djonga, já está na pista há um mês. É o quinto da sua carreira e brotou pra continuar o legado tradicional que o rapper mineiro vem trilhando dentro da arte. Pedro Bonn foi direto na análise que disponibilizamos no nosso Instagram. Com certeza os principais acertos dentro do projeto são suas […]

Guia completo sobre POSS

Por Pedro Bonn 08/02/2021

Um conteúdo completo sobre a maior movimentação artística brasileira dos últimos anos (TESTE) TESTE

Assertividade: CHS Lança o Seu Novo Álbum “Tudo Pode Acontecer”

Por Matheus Iéti 04/05/2020

“Tanto faz o que ‘cê faz da vida, objetivo vai ser sempre um, dar conforto pra minha família meu patrão, não acredito em nenhum…” Assim CHS abre seu novo projeto oficial –  Tudo pode acontecer – (2020) Pirâmide Perdida. Contextualizando: Se você não está familiarizado com o rapper, posso te apresentar algumas faixas importantes ao longo de sua […]

Rico além do dinheiro: Filipe Ret e Imaterial

Por Matheus Iéti 26/04/2021

Depois de Audaz (2018), álbum que encerra uma trilogia muito consistente dentro do rap, que ainda conta com Vivaz (2012) e Revel (2015), Ret mostrou um crescimento fora da curva. Diferentemente do caminho que trilhou em seus três primeiros projetos, que somados a mixtape Numa Margem Distante (2009) fundamentaram sua carreira, o rapper entra em […]

Conheça Bryan AVS

Por Matheus Iéti 26/04/2021

Sempre que um nome interessante surge no nosso radar, buscamos saber suas inspirações e o que levou esse artista a construir pontes com o público. Hoje vamos falar de Bryan AVS: DJ e produtor que acaba de anunciar seu segundo projeto, a mixtape “Peças”. Sobre vida, arte e primeiras produções: “A arte está na minha […]

A indústria da música precisa do The Weeknd

Por Matheus Iéti 17/04/2021

Não é como se Abel Makkonen Tesfaye A.K.A The Weeknd fosse apenas um cantor pop que a cada lançamento arrasta multidões. A linguagem em todos os projetos, desde Echoes of Silence e Thrusday (2011) ou até mesmo Trilogy (2012) são marcados por uma linguagem suja e totalmente desproporcional ao que é vendido pela indústria dos […]