Lendo agora
O som da Bebé surpreende o ouvido

O som da Bebé surpreende o ouvido

Bebé

Quem ouve Bebé pela primeira vez tem imediatamente a impressão de estar diante de uma cantora com anos de experiencia. Na realidade, Isabela Salvego não começou a cantar ontem. Aos 8 anos de idade já fazia turnês regionais com a Brasil Jazz Sinfônica, e com 12 chamou a atenção dos expectadores brasileiros durante sua passagem pelo The Voice Brasil Kids. Ali, ela dava indícios do que poderia vir a seguir. 

Apesar da bola cantada, ainda fazendo a transição da juventude para maioridade, Bebé impressiona pela sensatez com que trata questões (muitas vezes) complexas, a suavidade do seu vocal, as interpretações e também a forma com que desenvolve sua arte. Tudo isso está bem perceptível no disco autointitulado que marca a estreia oficial dela. A parceria com Sergio Machado Plim, Bruno Rocha e Felipe Salvego, o irmão dela, também foi essencial para a criação de texturas que fogem da obviedade.

No mundo onde se faz necessário colocar cada coisa no seu devido lugar, considerá-la indie não seria um erro. Porém, a possibilidade de rotulá-la é inexistente. Tem várias nuances que geram sensações diversas. Como a própria diz nos versos de “Sinais Elétricos na Carne”, “Me vi dentro do som que confunde ouvido”. Mas essa confusão tem uma certa harmonia. Tudo está conectactado, e vai se transformando conforme a progressão. É um experimento científico, que se aprimora conforme as descobertas.

Evidentemente, a singularidade foi primordial para que a artista não se tornasse mais uma na multidão. Pelo talento, e a facilidade de adaptação, Bebé poderia seguir o fluxo industrial para que o seu raio de alcance fosse maior. Preferiu criar uma atmosfera própria, equilibrando rigidez e intensidade.

Mesmo caminhando pelas vias do underground, à margem, conquistou números relevantes, espaço e reconhecimento, sendo uma das selecionadas pela SIM São Paulo para representar o Brasil em 2022 no Festival MIL (em Lisboa, Portugal), e assinou com o selo independente Balaclava Records. Esse é apenas o início de uma jornada com indícios de que será sólida e duradoura. Na flor da juventude, Salvego tem a possibilidade de evoluir ainda mais. Capacidade para isso não falta. 

 

 

Ver comentários (0)

Deixe uma resposta

Seu email não será publicado.


© 2021 POTÊNCIA CULTURAL. TODOS OS DIREITOS RESERVADOS.